Esta é a versão antiga da Dying Days. A nova versão está em http://dyingdays.net. Estamos gradualmente migrando o conteúdo deste site antigo para o novo. Até o término desse trabalho, a versão antiga da Dying Days continuará disponível aqui em http://v1.dyingdays.net.


discografia,
letras e reviews:

* principal
* complementar

Home | Bandas | Letras | Reviews | MP3 | Fale Conosco
Review: Alice In Chains

avaliação:3_5.gif (119 bytes)

Alice_In_Chains_Tripod.jpg (13139 bytes)
O álbum Alice In Chains, lançado em 1995 é apenas o terceiro da banda, desconsiderando-se os EP's Sap (1991) e Jar Of Flies (1993). Mais tarde, o álbum foi apelidado de Tripod pelos fãs da banda, em referência ao cachorro de três pernas da capa. Tripod foi muito bem sucedido comercialmente, estreando no primeiro lugar da Billboard e generando os hits Grind, Heaven Beside You e Again.

Trata-se de uma retomada do som mais pesado, abandonando os instrumentos acústicos usados em Jar Of Flies.  A maioria das músicas não fogem muito ao estilo da banda. A produção do álbum em alguns momentos deixa a desejar, mostrando uma superprodução um tanto exagerada quando sobrepõe demais as guitarras e a voz de Layne Staley. De qualquer forma, o vocal de Layne é uma característica única no som da banda, onde quase sempre as músicas são estruturadas em uma espécie de 'muralha vocal'. Não são poucas as boas músicas deste álbum, mas os destaques são inegávelmente o trio Grind, Heaven Beside You e Again. Poucas vezes uma banda escolheu tão bem os singles. Também merecem ser ouvidas em volume máximo a melancôlica Shame In You, a truncada God Am e as excelentes So Close e Over Now.

Tripod é um disco em alguns momentos empolgantes, em outros um tanto
arrastado, sem o mesmo brilho da obra-prima do Alice In Chains, Dirt de 1993.

Alexandre Luzardo

>> ver também o review de Felipe Barros Pereira